Os serviços de uma empresa de segurança são muito procurados por pessoas físicas e jurídicas que desejam ter mais proteção em residências, comércios, indústrias e outros estabelecimentos. Nesses casos, o gestor de segurança é um profissional muito importante.

Pode ser que você não conheça esse profissional, mas ao entender quais são as suas funções, ficará claro o quão essencial ele é, em especial quando falamos de determinadas aplicações.

O que faz o gestor de segurança?

Também conhecido como gerente de segurança patrimonial, ele é responsável por planejar e acompanhar os processos realizados pela equipe de segurança, de modo que seu desempenho seja o melhor possível.

Assim como acontece nas empresas, em que os funcionários têm no gerente ou gestor um colaborador hierarquicamente acima de suas funções, o mesmo se aplica ao gestor de segurança.

Ele deve ter profundo conhecimento a respeito de todas as atividades desempenhadas por sua equipe, mesmo que apenas na parte teórica, já que ocupa um cargo de grande responsabilidade perante os contratantes.

Além disso, é necessário ter esse tipo de conhecimento para que possa saber quanto tempo cada tarefa deve demorar, o que influencia diretamente nos planejamentos e programações. Também é importante demonstrar uma imagem de especialista perante a equipe, aplicando sua experiência e conhecimento técnico.

Suas capacidades de gestão de pessoas e de riscos também devem ser bem trabalhadas, já que o relacionamento com os colaboradores precisam ser feitos com eficiência e excelência.

Seu comportamento de liderança deve ser pautado no respeito e na organização de atividades, de modo que a equipe possa olhar para ele e enxergar um bom exemplo a ser seguido.

Geralmente, os gestores atuam em uma empresa de segurança e são solicitados para trabalhos mais complexos. Também são necessários em um trabalho de segurança contínuo, como a segurança de shopping centers, supermercados e demais estabelecimentos de grande circulação de pessoas e extensão territorial.

A atuação do gestor se dá em uma esfera de planejamento e programação, ao passo que o restante da equipe ficará incumbida de uma parte mais operacional, de modo que o que foi pensado realmente consiga ser colocado em prática.

Estimativas de custos, orientação de atividades, assessoria dos outros gestores e comunicação com autoridades policiais são outras atividades que ficam a cargo do gestor.

Não é obrigatório, mas recomenda-se que o gestor de segurança seja formado em gestão de segurança privada, seja sua qualificação em nível superior ou em pós-graduação, o que comprova ainda mais sua capacidade e aumenta sua credibilidade.

Quando contratar um gestor de segurança?

Sempre que houver necessidade, o que geralmente se aplica a trabalhos mais complexos e de maior proporção, embora nada impeça que seus serviços sejam contratados e aplicados para outras ocasiões.

Em boa parte das vezes, os colaboradores da empresa de segurança conseguem realizar todo o planejamento e executar um serviço primoroso. Contudo, quando as necessidades são maiores, pode ser necessário recorrer ao auxílio dos gestores de segurança..

A Generall é uma empresa de segurança com mais de 26 anos de experiência na área e possui profissionais altamente capacitados para o desempenho de suas funções, inclusive gestores de segurança. Clique aqui para acessar o nosso blog e conferir os demais conteúdos, que também lhe podem ser úteis para o que precisa!